Projeto Zumba Vida Saudável com estudantes da Rede Municipal de ensino terá início em fevereiro

Atualmente o professor de Dança Alex Soares vem ministrando as aulas para centenas de mulheres na Escola João Bastos

23 de janeiro de 2024 às 15h21.

As aulas do Projeto Zumba Vida Saudável, realizado todas as segundas e quartas-feiras, na quadra de esportes da Escola Municipal João Bastos, no Bairro Vila Gonçalves, tem atraído centenas de mulheres em busca de mais saúde e a qualidade de vida, que os exercícios e a dança podem oferecer.

Iniciado há mais ou menos 30 dias, o projeto já conta com 460 mulheres cadastradas e as aulas começam sempre às 19h.

Antes o projeto acontecia na quadra da Apae, no Bambé, mas, o prefeito Enivaldo dos Anjos e o secretário municipal de Saúde, Elcimar de Souza Alves, decidiram convidar o professor de Dança Alex Lourenço Soares, para se tornar subsecretário de Saúde e trazer o projeto para dentro da administração municipal. A intenção é que em breve os estudantes das escolas municipais também passem a ter aulas de zumba, como forma de praticar uma atividade física saudável, objetivando reduzir o sedentarismo, a obesidade e até a depressão entre os alunos. O projeto com os estudantes terá início no mês que vem, logo após o retorno das aulas.

De acordo com o subsecretário o projeto Zumba Saudável é aberto a mulheres de todas as idades e elas vêm relatando melhorias significativas na saúde.

"É para quem quer fazer, para quem quer participar e principalmente para quem tiver passando algum tipo de necessidade física e mental, porque aqui, a ideia é a cura do corpo e da alma da pessoa, porque tem muitas pessoas depressivas e nós sabemos que a depressão tem matado muita gente. Nós estamos fazendo o melhor que nós podemos sobre situação da depressão de algumas pessoas", afirmou Alex, que citou também o benefício que a dança trouxe para algumas alunas que fazem parte do projeto. "

Eu tenho relatos de alunas que perderam 10, 15, 25 e até 29 quilos. Tenho alunas que tomavam remédios e não tomam mais, tenho alunas que usavam bombinhas de ar para asma e não usam mais. Outra que tinha síndrome do pânico e não conseguia ficar no meio de outras pessoas e hoje ela está aqui, no meio das meninas, brincando e interagindo. Enquanto algumas pessoas olham a dança apenas como um ato só de lazer e de brincadeira, hoje eu a foco como uma questão de saúde, porque dançar é um dos melhores exercícios físicos do mundo, porque trabalha a mente, trabalha o corpo e principalmente a socialização", explicou ele.

A pedagoga Jeane Ornela da Silva de 51 anos, moradora do Bairro Irmãos Fernandes, relatou como a zumba melhorou sua saúde. "Eu faço zumba a cinco meses e no início eu a via de forma diferente. Como eu tenho problemas de saúde, sou usuária contínua de corticoides e na época eu vinha para perder peso, mas depois vi que era diferente. Eu estava com 10 quilos acima do peso e dentro de cinco meses eu consegui eliminar esse peso extra. A zumba tem trabalhado a minha saúde, porque pelo problema que eu tenho, tenho muita dificuldade de coordenação motora, tinha crises de asma e hoje eu não tenho mais. Desde então minha coordenação motora melhorou, a minha mente é outra e a minha visão do zumba hoje é saúde, mente, corpo, coração e amizade" exclamou Jeane.

Para a autônoma Tânia Borges de 42 anos, moradora do Bairro Campo Novo, que já era amante da prática de esportes, a zumba é mais um complemento para o bem estar do seu corpo. "Eu já era amante, praticante da atividade física, entendendo que como um todo, que a gente precisa cuidar do nosso corpo, da nossa alma, tem sido muito bom, um complemento maravilhoso toda essa interação. Aqui eu desenvolvi minha coordenação motora e toda essa interação faz bem para a nossa autoestima. Zumba é vida," descreveu Tânia.

Gisele Borjaille de 46 anos, dona de casa e moradora do Bairro Vila Gonçalves, próximo a Escola João Bastos, descreveu que a zumba para ela começou como uma curiosidade, que depois passou a fazer parte do cotidiano dela. "Eu moro muito próximo ao João Bastos, comecei a escutar o movimento e vim para cá ver o que era. E, zumba para mim é vida, é saúde, é superação, é vitalidade, é amizade, é uma comunhão incrível que nós temos aqui com todas as meninas. Tem muitas mulheres que estão vencendo vários problemas de saúde, tanto físico, quanto emocional. Zumba é vida saudável", resumiu Borjaille.

Os exercícios e a convivência também têm feito muito bem a Ireni Matos de 42 anos, que é dona de casa e moradora do Bairro Morada Feliz. "A zumba tem sido muito bom para mim. Eu tenho melhorado muito o meu emocional. A condição física também, tem melhorado bastante. E eu sou um pouco tímida e a zumba tem desenvolvido o meu social, porque aqui eu tenho conhecido várias pessoas, várias amigas e isso tem me libertado, um pouco de casa. Tenho saído, através do projeto eu tenho viajado. Tem sido muito bom pra mim", destacou Ireni.

Reforçando, que quem quiser participar do Projeto "Zumba Vida Saudável", pode aparecer nos dias das aulas, que acontecem todas as segundas e quartas-feiras às 19 horas na Escola Municipal João Bastos, no Bairro Vila Gonçalves. O projeto é da Prefeitura de Barra de São Francisco e a participação é gratuita.

Boletim Informativo

Receba novidades por e-mail ou siga nossas redes sociais

  • Ícone do Instagram
  • Ícone do Youtube
  • Ícone do Facebook

Horário de funcionamento

De segunda à sexta, das 08 às 17 horas

Telefone

(27) 37568000

Endereço

Rua Desembargador Danton Bastos, nº 1 - Centro Barra de São Francisco - ES - Cep: 29800-000

Localização

Copyright © Prefeitura Municipal de Barra de São Francisco. Todos os direitos reservados.

Logo da Alphatec Consultoria

Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com as condições contidas nela.